segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Mais amor, menos dor.

Típico de uma escritora em plena decadência, cá estou eu. Sentada de frente a tv sem nem sequer  saber o canal em que está. Com o notebook em mãos, música ao fundo, buscando um refúgio do mundo trágico que existe lá fora. A bebida de sempre, whisky 12 anos, em uma xícara funda na mesinha ao lado da cama. E um raso, impuro, machucado, estraçalhado coração, que ainda insiste em bater no peito.  Típico de uma garota apaixonada, cá estou eu. A procura de palavras que possam descrever meus sentimentos. Os que já não sinto mais... Procuro também, um alívio para essa dor que já não passa com aqueles remedinhos que estão no armário... Típico de quem nunca foi realmente amada, cá estou eu. Perguntando-me "Como podem ser tão felizes, como parecem, aqueles casais que passeiam na praça?" Típico de quem sofre por alguém, cá estou eu. Procurando palavras, motivos, jeitos e meios de sofrer menos e viver mais.

Give me a new heart. And that's enough.
Maybe one day I'll be happy.

__________________________________________________________________

Bom meninas, como podem ver hoje foi um pouquinho diferente..
Esse é um texto que escrevi a um tempinho, deve ter uns 4 anos...
Como já falei aqui, estou me animando a tentar terminar o meu livro e voltar a escrever meus textinhos.
É uma coisa que eu gosto muito de fazer, então não gostaria de deixar de lado mais uma vez..

Espero que tenham gostado!
Até a próxima!

Facebook | Fanpage
Twitter | Blog da Lizzi

2 comentários:

  1. Ca estou eu admirando palavras tão simples e que tocam, adorei já me sentido assim e me senti retratada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei nem o que dizer...
      Obrigada!
      Volte sempre! ;)

      Excluir